Sincopeças-RS ativo na ajuda às vítimas da enchente no Vale do Taquari

Correio Mecânico
setembro21/ 2023

As fortes chuvas provocadas pela passagem de um ciclone extratropical, no dia 4 de setembro de 2023, ceifaram a vida de muitas pessoas e deixaram milhares de gaúchos desabrigados, principalmente no Vale do Taquari. O rio marcou a segunda maior cheia de sua história, atingindo 29,53cm. Em 1941 chegou nos 29,92m. A cena de guerra consternou a população, que demonstra solidariedade auxiliando com doações e na limpeza das cidades atingidas.

 

“Todos estamos desolados com o que aconteceu em nosso Estado. É hora de unirmos forças para amenizar os prejuízos destas cidades, onde vidas foram perdidas, casas e estabelecimentos destruídos. São dois momentos: o primeiro é o de subsistência a todos os atingidos e o segundo é a reconstrução econômica destes municípios”, destaca o presidente do Sincopeças-RS, Marco Antônio Vieira Machado.

A entidade, que representa o Comércio Varejista de Veículos, de Peças e Acessórios para Veículos do Rio Grande do Sul, está engajada e agindo no que é possível para reverter a situação caótica que vive o Vale do Taquari. 

A primeira ação foi auxiliar a Associação dos Reparadores Automotivos do Vale do Taquari – ARAVAT, que solicitou doações em pix a serem destinadas às vítimas das enchentes. O Sindicato disseminou a campanha em seus canais de comunicação objetivando chegar no maior número de pessoas possível. Também acionou representantes comerciais de fabricantes e distribuidores, que, prontamente, aportaram recursos para a Associação. Quem quiser colaborar, pode fazer pix, CNPJ: 48.673.436/0001-78.

 

Retomada econômica

Desafiadora será a recuperação econômica de todas as cidades, visto que empresas tiveram prejuízos incalculáveis. O Sincopeças-RS representa 698 empresas, nas 36 cidades que integram o Vale do Taquari, e é pensando na retomada destes estabelecimentos que a entidade está atuando.

 

Força Tarefa Vale do Taquari

No dia 11 de setembro foi criado o grupo Força Tarefa Vale do Taquari, formado pelo Sincopeças-RS, ARAVAT (Associação dos Reparadores Automotivos do Vale do Taquari), ASERV (Associação Serrana das Empresas da Reparação Veicular), ASDAP (Associação Sul-Brasileira dos Distribuidores de Autopeças), AMMEA (Associação Profissional de Mecânicos, Metalúrgicos e Eletricistas de Alegrete), os influenciadores Carlos Fortes (podcast Papo de Mecânico) e Karine Quinjalmo (consultora na gestão de oficinas) e os convidados Alexandre Quadrado (representando a Excelsior Pneus), Vicente Bonatto (presidente da AutoRede – associação formada por empresas dos segmentos de mecânica, elétrica, direção hidráulica, retífica de motores, funilaria e pintura) e Djamo Quinjalmo (líder do G13).

A primeira ação é a formatação de um levantamento dos prejuízos nos estabelecimentos comerciais automotivos, por meio de contato um a um, para saber a real necessidade e, com isso, onde e como auxiliar conforme as demandas forem chegando.

Encargos trabalhistas

Houve uma reunião na manhã do dia 12 de setembro, com o CONAT – Conselho de Assuntos Tributários da Fecomércio-RS, onde o presidente Marco fez duas solicitações: a primeira foi um pacote de benefícios tributários semelhante ao aplicado na pandemia, com a postergação do pagamento de impostos federais e de encargos trabalhistas. E a segunda foi a possibilidade de recursos com carência de dois anos para que se possa reconstruir estabelecimentos, visando a retomada das atividades.

Todas as ações do Sincopeças-RS podem ser acompanhadas pelas suas redes sociais (@sincopecasrs) ou pelo canal de whatsapp. Basta salvar o número (51) 9 9921-4970 e enviar um “oi” com seu nome. Pronto!

O teu email não será publicado. Campos requiridos estão marcados *

Podes usar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>